Microfiltragem: tudo o que você precisa saber!

A Microfiltragem é uma das técnicas mais eficientes da manutenção preditiva

A Microfiltragem pode evitar falhas e desgastes prematuros do maquinário, além de aumentar a sua vida útil. Neste post, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre a microfiltragem, como ela pode gerar o máximo de benefícios para o seu conjunto de equipamentos e ainda economizar gastos.

Poucas pessoas se atentam a isso, mas os fluidos lubrificantes dos equipamentos podem ser contaminados mesmo em função da própria operação usual. Ter esse princípio em mente implica estar bastante atento mesmo quando as máquinas não apresentarem nenhum desgaste ou avaria. Para prevenir qualquer tipo de falha significativa e prolongar a vida útil de seus equipamentos, a melhor recomendação é a realização da microfiltragem de óleo.

microfiltragem

O que é a microfiltragem de óleo?

Antes de mais nada, é preciso entender como é o processo de microfiltragem. Ele se baseia na separação de partículas presentes em fluidos, óleos e emulsões em que os elementos filtrantes apresentem poros de 0,1 a 10 micras. Assim, substâncias maiores que os poros são retidas do fluído.

Ao contrário da filtragem, a microfiltragem consegue captar contaminações com micragem menores ainda, até as microscópicas de 2 micras. Isso garante uma retenção muito mais eficaz, pois essas pequenas partículas são as responsáveis pelos maiores problemas nos equipamentos. Como falamos, através da microfiltragem, o óleo é passado por um conjunto de filtros absolutos para eliminar completamente as partículas de contaminação. Importante lembrar que o processo deve ser feito inclusive em óleos novos, pois, em sua grande maioria, podem vir contaminados de fábrica.

Filtragem X Microfiltragem

Apesar de o processo de filtragem, a princípio, ser um procedimento simples, é necessário que ele seja feito de forma bastante cuidadosa. Mesmo assim, reafirmamos aqui que a filtragem comum de óleo não é capaz de captar as menores contaminações – igualmente nocivas ao bom funcionamento dos equipamentos.

O processo da microfiltragem se baseia na separação de partículas presentes em fluidos, óleos e emulsões em que os elementos filtrantes apresentem poros de 0,1 a 10 micrômetros, o que permite que substâncias maiores que os poros sejam removidas do fluido circulante. Essas partículas muito pequenas são as responsáveis pelos maiores problemas nos equipamentos. O óleo que passa por um conjunto de filtros no processo da microfiltragem elimina as partículas de contaminação, evitando desgastes e danos ao equipamento causados pelo óleo.

 

Clique aqui e veja o post completo sobre a diferença de FILTRAGEM e MICROFILTRAGEM!

 

 

Tipos de microfiltragem

Quando falamos em microfiltragem, encontramos dois diferentes tipos: de superfície e de profundidade. Na microfiltragem de superfície, o fluido basicamente passa direto no elemento filtrante. Esse tipo de filtro “plissado” possui apenas uma camada, no máximo duas, de papel, e as partículas acabam perfurando o filtro. Uma vez perfurado, partículas menores conseguem passar por ele, contaminando todo o fluido novamente.

Na microfiltragem de profundidade, por sua vez, o filtro “bobinado” retém as partículas entre suas paredes. Os contaminantes passam por caminhos indiretos através do material que forma o elemento filtrante. Assim, as partículas são capturadas nas aberturas do meio filtrante, cujo formato seria ao de um labirinto.

Em razão disso, a microfiltragem por profundidade garante maior eficiência na remoção de partículas, maior segurança no processo, maior eficácia no resultado e maior disponibilidade dos seus equipamentos, sem precisar sujeitá-los a uma parada longa e cara por falha em uma manutenção corretiva.

A contaminação causa a maioria das falhas

A contaminação é um dos grandes vilões enfrentados pela manutenção. Apesar de causar grandes danos, como bloqueio dos orifícios, desgaste dos componentes, formação de ferrugem ou deficiência dos aditivos, pode ser evitada por meio da microfiltragem regular.

No total, há três tipos de óleo que podem ser submetidos à técnica da microfiltragem visando à eficiência máxima da manutenção preditiva.

São os seguintes: óleo diesel, óleo hidráulico e óleos lubrificantes.

  1. Óleo diesel
    Quando contaminado, o diesel pode comprometer a produtividade dos equipamentos e apresentar falhas prematuras de bombas e bicos injetores. Uma boa microfiltragem garante a proteção do sistema de injeção contra a contaminação por partículas.
  2. Óleo hidráulico
    Um sistema hidráulico contaminado pode apresentar falhas em bombas e válvulas, perder a eficiência por fugas internas, desgastar prematuramente o equipamento e demandar excesso de troca de óleo. A microfiltragem do óleo reduz o custo com manutenção e aumenta a eficiência do maquinário, prolongando também a sua vida útil.
  3. Óleo lubrificante
    A contaminação no óleo lubrificante pode comprometer a sua eficácia e acarretar maiores problemas aos equipamentos. Assim, demanda sucessivas paradas para manutenção e troca de peças, o que prejudica bastante a produtividade.
Benefícios da microfiltragem

A técnica da microfiltragem traz muitos benefícios para os equipamentos ligados, por exemplo, a um melhor desempenho de máquinas em geral, à diminuição de riscos de possíveis manutenções corretivas no futuro e à redução de custos com esses reparos.

Por meio de sua técnica, capaz de captar partículas muito pequenas, promove mais segurança e produtividade aos equipamentos.

Conheça alguns dos benefícios diretos da microfiltragem:

  • Aumenta a vida útil dos componentes

A técnica da microfiltragem faz com que o fluido fique limpo dentro do equipamento. Uma máquina com níveis menores de contaminação tende a um menor desgaste de suas peças e componentes. Dessa forma, eleva-se a vida útil dos componentes e de todo o equipamento.

  • Reduz os custos de manutenção

Processo integrante da manutenção preditiva, a microfiltragem contribui para a prevenção de falhas e proteção do maquinário. Uma manutenção preditiva tem custos bem menores do que aquelas de caráter preventivo ou das manutenções corretivas, possibilitando maior disponibilidade das máquinas.

  • Evita o desgaste dos componentes

Na maioria dos casos, o desgaste de componentes se dá pelo maior consumo de combustível e pelo uso extensivo dos equipamentos. A microfiltragem evita esse desgaste e estende a vida útil do filtro de óleo original.

  • Garante maior disponibilidade da máquina

A microfiltragem funciona ao mesmo tempo em que os equipamentos estão em operação, o que não compromete o processo de produção. Uma vez que não é necessário realizar a parada dessas máquinas, como ocorre em manutenções corretivas, a técnica garante maior disponibilidade da máquina.

  • Causa menor impacto ao meio ambiente

Em alguns casos, o óleo contaminado é descartado na natureza de forma imprópria, mesmo quando há a possibilidade de receber outros usos valendo-se de procedimentos corretos de descarte. A microfiltragem, por outro lado, tem solução sustentável, pois permite que o óleo hidráulico seja reutilizado, o que diminui o impacto ao meio ambiente e reduz custos com a troca do fluido.

Problemas gerados sem filtragem de óleo

Um conjunto de equipamentos que não passa por procedimentos adequados de microfiltragem dos fluidos pode apresentar problemas como o aumento no consumo de combustível. Além disso, os custos de manutenção ficam maiores, e o tempo com a máquina parada ocasiona perda de produção.

Todos esses problemas podem ser evitados com a microfiltragem, que protege os equipamentos de possíveis contaminações e ajuda a evitar gastos desnecessários com manutenções corretivas – a mais cara das modalidades de manutenção.

Meio Filtrante

A Meio Filtrante é um veículo de referência do setor. Além de ser editada em formato impresso com ampla tiragem, a Meio Filtrante está também na internet, com um portal on-line, ambos voltados para o mercado de filtros e o tratamento de fluidos. Tal veículo tem a missão de difundir conhecimento oferecendo conteúdo sobre a área tanto no Brasil quanto no exterior, sempre com notícias sobre o mercado de filtros – industriais, automotivos, residenciais, tratamento de fluidos, gases, etc. A revista tem como objetivo estreitar os laços de negócios entre empresas e contribuir para o crescimento do mercado. Você pode acessar o portal do Meio Filtrante aqui.

 

Conclusão

Como parte do processo de manutenção preditiva, a microfiltragem é uma técnica fundamental para os equipamentos da sua empresa. Com a microfiltragem, a captação de contaminação se torna ainda mais eficiente, e o desempenho dos equipamentos é melhorado, reduzindo os riscos de manutenções corretivas no futuro. A técnica garante ainda menor desgaste das peças e dos equipamentos, aumentando a vida útil do maquinário e promovendo sua plena produtividade.

Faça uma consultoria gratuita com a POC Filtros!

Rolar para cima
× Como podemos ajudar? Available from 08:00 to 18:00 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday