Para que serve o filtro de óleo de uma máquina?

Os óleos têm diversas funções fundamentais à manutenção do estado funcional de motores e máquinas industriais. Para garantir que tenham boa durabilidade, é fundamental cuidar também dos filtros e de suas manutenções.

No caso da indústria, a filtração pode ser parte do processo produtivo ou da gestão ambiental na qualidade de etapa de tratamento de efluentes. Descubra agora o que são e qual a importância desses equipamentos para a manutenção.

Filtro de óleo
Filtro de óleo

O que é filtro de óleo?

Um filtro de óleo é um dispositivo poroso, fibroso ou granular, cuja função é remover impurezas ou partículas sólidas de um fluido, quando esse passar pelo seu interior por meio de um processo de filtração. De acordo com o Revista Carro, “o filtro do óleo tem a função de bloquear a circulação de impurezas no motor”.

A Teoria da Filtração diz que a capacidade de filtração de um material dependerá da pressão do fluido sobre a área do material filtrante, da resistência desse a passagem do fluido e da resistência do resíduo gerado (torta).

Os filtros podem ser categorizados conforme o elemento de reposição em simples, de superfície (membranas ou papel de filtro analítico) ou de profundidade (papel ou tecido dobrado em vários). Vejamos:

  • Simples: protegem a bomba e os circuitos hidráulicos de partículas maiores, sendo instalados no sentido do fluxo, em posição anterior à bomba. A filtragem nesse caso é grossa, com baixa restrição e fluxo livre.
  • Profundidade: compostos de tecidos como estopa, algodão e feltro ou fibras de celulose e com uma escala de permeabilidade entre 10 e 50 micras, realizam boa filtração, absorvendo também água e resinas.
  • Superfície: elaborados em papel ou tecido impregnados de resina, têm escala de permeabilidade entre 2 e 40 micras na escala de permeabilidade, ou seja, porosidade limitada. Por isso, são usados em áreas superficiais grandes, tais como elementos filtrantes de papel plissado. A filtração nesse caso é de baixa restrição, fina e tem livre fluxo.

Dessa maneira, os filtros são classificados conforme a composição do material filtrante, que pode ser poroso, fibroso ou granular, e também de acordo com os tipos de suporte, isto é, bags, cartuchos, cápsulas e discos.

O princípio geral de filtragem é sempre o mesmo, porém, o formato dos sistemas de filtragem varia dependendo do caso. A eficiência do filtro é dada pela razão beta do filtro.

Como escolher o filtro certo?

Além dos tipos de filtro Simples, de Profundidade e de Superfície, é possível controlar os níveis de contaminação por filtração magnética ou ainda centrífuga. A primeira técnica utiliza eletromagnetos para atrair e coletar partículas ferrosas enquanto o óleo flui por uma região magnética. Por outro lado, a filtração centrífuga integra a rotação rápida de um cilindro a fim de produzir uma força centrífuga que separa as partículas do óleo.

É possível também classificar os sistemas de filtragem conforme o tipo de fluxo do óleo em seu interior: fluxo total e circuito independente. No primeiro caso, os sistemas de filtração bombeiam a totalidade do volume de óleo dentro do filtro, retendo a quase totalidade das partículas maiores. Quanto ao circuito independente, o bombeamento e o filtro são separados, de modo que a pressão e o fluxo nesse sistema não dependem do circuito hidráulico principal.

Há, por fim, a possibilidade de combinação de dois (duplex filter). Esse arranjo permite que as operações não sejam interrompidas, caso haja necessidade de trocar um dos equipamentos.

A escolha do filtro dependerá da sua finalidade. No entanto, as características mais importantes na escolha desses elementos são:

  • Resistência específica do meio poroso de filtração
  • Volume de óleo a ser filtrado
  • Grau de contaminação
  • Facilidade de manutenção, limpeza e remoção da torta formada
  • Granulometria

Qual a finalidade do filtro de óleo?

A finalidade essencial do filtro de óleo é remover contaminantes destrutivos que, por algum motivo, se misturaram ao fluido no decorrer do uso do equipamento. É possível também que essas partículas se originaram de reações químicas inerentes ao próprio óleo ou em razão de desgaste no equipamento, tais como partículas metálicas ou fuligem. Os filtros são combinados de forma a criar sistemas de filtragem, que serão elaborados de acordo com o perfil da sua empresa.

Em indústrias, costuma-se usar mais os sistemas sólido – líquido (separação do fluido de um sólido – torta) e sólido – gás (remoção de partículas sólidas do ar). A primeira separa partículas sólidas de um elemento líquido, como no caso de sucos na indústria alimentícia, de óleos lubrificantes ou combustíveis ou mesmo em tratamento de efluentes gerados em alguma etapa do processo produtivo.

Por sua vez, os filtros sólido-gás são muito utilizados em chaminés de fábricas, com o objetivo de reduzir a emissão de material particulado ao ar atmosférico.

 

Materiais - EBOOK: GUIA SOBRE FILTRAGEM: POR QUE É TÃO ESSENCIAL?

 

Por que é necessária a instalação do filtro de óleo?

Além de aumentar a vida útil do equipamento, o sistema de filtragem de óleo é determinante para a confiabilidade de qualquer instalação hidráulica, que, em última análise, depende da limpeza do sistema. Isso equivale a dizer que a qualidade tanto das máquinas, dos motores e dos equipamentos quanto dos produtos finais dependerá da filtragem.

Fundamentalmente, os filtros de óleos devem ser capazes de reter todos os contaminantes que possam ocasionar danos, falhas ou panes no motor ou no equipamento ao mesmo tempo que mantêm as características estruturais do óleo, bem como a uniformidade de circulação desse no interior da máquina e a eficiência enquanto estiver sendo usado.

Por esse motivo, é muito importante que os filtros e os sistemas de filtragem sejam projetados tendo em vista o objetivo produtivo. Deve-se levar em conta também a relação benefício-custo, a performance do filtro, a facilidade de uso e manutenção, as normas ambientais e o sistema de gestão ambiental adotado pela sua empresa.

Além disso, seguir as recomendações de troca de filtros oferecida pelos fabricantes nos manuais de instrução é fundamental.

O que acontece se a filtragem não ocorrer corretamente?

Conforme visto, a função dos filtros é prevenir o acúmulo de impurezas, tais como partículas de metal oriundas do desgaste da máquina ou do motor ou resíduos como fuligem.

Tais impurezas, uma vez em contato com as peças internas da máquina ou do motor (mancais, válvulas, cilindros, anéis e pistões), causam danos, que, dependendo da gravidade, podem ser irreversíveis ou até mesmo causar acidentes de trabalho.

Dessa maneira, podemos observar que os filtros são tão diversos quanto os equipamentos nos quais serão instalados. É importante verificar qual é o tipo de filtro necessário, uma vez que a eficiência desse dependerá da finalidade. O objetivo principal do filtro é manter o óleo limpo, aumentando a vida útil do equipamento e evitando desgastes que podem até mesmo suscitar acidentes de trabalho.

Aprofunde-se um pouco mais a respeito da importância dos filtros aprendendo sobre a diferença entre filtragem e microfiltragem.

Rolar para cima
× Como podemos ajudar? Available from 08:00 to 18:00 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday