Microfiltragem elimina metais de desgaste em sistemas hidráulicos

Antes de mais nada, é preciso entender como é o processo de microfiltragem. Ele se baseia na separação de partículas presentes em fluidos, óleos e emulsões em que os elementos filtrantes apresentem poros de 0,1 a 10 micras. Assim, substâncias maiores que os poros são retidas do fluído.

Metais
  • Ferro (Fe)
  • Cobre (Cu)
  • Chumbo (Pb)
  • Estanho (Sn)
  • Níquel (Ni)
  • Alumínio (Al)
  • Cadmio (Cd)
  • Prata (Ag)
  • Titanio (Ti)
  • Vanadio (V)
  • Outros traços de metais
Microfiltragem

Ao contrário da filtragem, a microfiltragem consegue captar contaminações presentes nos fluidos, com micragem menores ainda, até as microscópicas de 2 micras. Isso garante uma retenção muito mais eficaz, pois essas pequenas partículas são as responsáveis pelos maiores problemas nos equipamentos. Como falamos, através da microfiltragem, o óleo é passado por um conjunto de filtros absolutos para eliminar completamente as partículas de contaminação. Importante lembrar que o processo deve ser feito inclusive em óleos novos, pois, em sua grande maioria, podem vir contaminados de fábrica.

Alguns benefícios que mostram as vantagens da microfiltragem:

  1. Os componentes não ficam desgastados;
  2. Maior disponibilidade do equipamento;
  3. O custo de manutenção é reduzido;
  4. Os componentes ganham maior tempo de vida útil;
  5. Técnica ecologicamente responsável: apresenta menor impacto ao meio ambiente.

Sobre esta última vantagem, é importante lembrar que, muitas vezes e infelizmente, o óleo contaminado é descartado na natureza. Já o óleo microfiltrado pode ser reutilizado.

Neste artigo selecionamos um vídeo que mostra em 3D como as partículas de sujeira, água e metais de desgaste influenciam negativamente o desempenho dos equipamentos resultando em falhas funcionais, perda de potência e elevada temperatura do óleo.

Metais de desgaste: como evitar danos no sistema hidráulico

O aperfeiçoamento das máquinas que operam sob condições severas teve como consequência a necessidade da melhoria permanente da limpeza dos fluidos que circulam o sistema.

Porém, além da contaminação externa do óleo (umidade, e sujeira), as partículas geradas no interior do sistema (mentais de desgaste) também causam danos severos aos equipamentos. Para evitar danos com metais de desgaste é importante apostar em ações de manutenção preditiva para garantir a integridade do sistema deixando o óleo limpo e em condições de uso por mais tempo.metais e sistemas hidráulicos

Metais de desgaste: duas técnicas para proteger seus equipamentos

Análise de Fluidos  

Na manutenção preditiva, as propriedades físico-químicas do óleo são estudadas para determinar o tempo apropriado para substituí-lo, além disso, o desgaste do sistema hidráulico é monitorado através dos teores de metais no óleo. Dessa maneira, a determinação de metais de desgaste em óleos hidráulicos usados é muito útil para prevenir componentes de falhas, identificar adulterações específicas e controlar a qualidade geral do sistema.

Microfiltragem

Para evitar as falhas e os desgastes prematuros de máquinas e equipamentos recomendamos a microfiltragem de óleo hidráulico. Nessa técnica, o óleo passa por um conjunto de filtros até que as partículas de contaminação sejam eliminadas.

Microfiltragem de óleo pode aumenta em 20% a eficiência do sistema hidráulico evitando falhas em bombas e válvulas, perda de eficiência por fugas internas, desgastes prematuramente.

Além de óleos hidráulicos, a técnica de  microfiltragem também pode ser aplicada para ouros fluidos como em óleo diesel e lubrificantes.

 

Fale com nosso time de especialistas estamos prontos para ajudar você e sua equipe de manutenção a garantir maior eficiência e economia em suas operações.

Rolar para cima
× Como podemos ajudar? Available from 08:00 to 18:00 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday