Análise do óleo na manutenção preditiva

Utilizar a análise de óleo na manutenção preditiva certamente lhe trará benefícios.

Como já diz aquele ditado popular: “é melhor prevenir do que remediar”. Pois o mesmo ditado se aplica aos cuidados necessários com equipamentos, sejam eles das áreas industrial, do transporte, da agricultura, ou da construção civil, por exemplo.

Desse modo, a análise do óleo tem papel fundamental na manutenção preditiva dos equipamentos. Isso porque, além de evitar perdas, ainda garante o perfeito desempenho e o aumento da produtividade.

Como é  possível ver no vídeo é recomendável o monitoramento de óleos, fluidos e compartimentos:

1 – Óleo de motor;
2 – Óleo hidráulico;
3 – Óleo de diferencial;
4 – Óleo de transmissão;
5 – Liquido de Arrefecimento;
6 – Graxa;
7 – Diesel;
8 – Engrenagem
9 – Óleos isolantes

Análise do óleo na manutenção preditiva

Mas, como a análise de óleo é importante na manutenção preventiva? Simples. Profissionais da área explicam que o processo ajuda a detectar a contaminação do óleo por partículas, ou por água, por exemplo.

  • Água: a presença de água é bastante comum em óleo. Normalmente causa a corrosão acelerada de superfícies, o desgaste de peças, entre outros;
  • Partículas: são fruto do próprio processo de produção externa, como transformação de metais, de madeiras, mineiras, entre outros. Ainda ocorre de forma interna, com o desgaste natural de peças;

Como a contaminação do óleo prejudica o equipamento

A contaminação do óleo prejudica o equipamento. Em alguns casos, pode até mesmo ser responsável por perdas graves, as quais acarretam grandes prejuízos financeiros. No dia a dia, o óleo fora dos padrões ideais pode gerar consequências como:

  • Saturação constante de filtros;
  • Desgaste de peças;
  • Aumento do consumo;
  • Perda de produtividade;
  • Falta de máquinas e motores;
  • Baixo desempenho;
  • Oxidação de bicos, bombas e motores de injeção;

Além disso, o óleo contaminado por ser o responsável por deixar máquinas e equipamentos fora de funcionamento, o que significa perdas diárias consideráveis. Desse modo, investir na análise de óleo é fundamental para a manutenção preditiva.

Vídeo – Como a analise de óleo pode prevenir problemas

Como ocorre a análise de óleo?

Investir na manutenção preditiva é importante para garantir a qualidade do óleo e, por consequência, aumentar a vida útil dos equipamentos. A melhor maneira de realizar isso é através da análise do óleo.

A análise do óleo é realizada após a coleta de uma amostragem da máquina, a qual é levada para análise em laboratório. É importante salientar que podem ocorrer diversas análises, pois diferentes amostras podem ser coletadas de diversas partes do equipamento.

Vídeo – Conheça um kit de coleta para analise de óleo e fluidos

Os resultados da análise de óleo

Cada amostra possui um relatório individual e a análise do óleo aponta para a possível presença e a quantidade de elementos contaminantes. Através disso se pode saber se a situação foge dos padrões considerados normais.

A análise do óleo é fundamental para a manutenção preditiva, pois possibilita a identificação de problemas e a consequente ação para evitar falhas graves. Com isso, evita gastos desnecessários e acima do esperado.

Vídeo – Conheça uma ferramenta de de monitoramento

Quais setores podem se beneficiar da técnicas de analise de óleos e fluidos:

Agrícola
Aero geradores
Florestal e Papel Celulose
Mineração e Siderurgia
Transportes Rodoviários
Transportes Ferroviários
Transporte Marítimo
Aviação
Construção
Geração e Distribuição de Energia
Oil & Gás
Prestadores de Serviços
Automóveis
Guindastes
Intermodais
Isolantes
Geradores
Industrial

O que você pode fazer além da análise

Além da analise de óleo, recomendamos a utilização de técnicas de microfiltragem para garantir a qualidade e a pureza do óleos e fluidos. O processo é extremamente eficiente, sendo capaz de eliminar micropartículas sólidas que contaminam o óleo, assim como é eficaz na remoção do excesso de água.

A microfiltragem é o processo capaz de conter as partículas que não são eliminadas pela filtragem tradicional, que normalmente retém somente resíduos grandes e médios. A tecnologia elimina resíduos sólidos com poros entre 0,1 a 10 micrômetros, separando as partículas que contaminam o óleo. Ou seja, as partículas finas e ultrafinas.

Quer saber mais sobre o papel da análise de óleo na manutenção preditiva ou sobre a microfiltragem? Então entre em contato com profissionais da POC Filtros, que estão sempre à disposição para auxiliar na busca das melhores soluções para o seu equipamento.

Faça uma consultoria gratuita! 

Rolar para cima
× Como podemos ajudar? Available from 08:00 to 18:00 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday